2020 – Um Ano de Desafios

A pandemia do novo coronavírus afetou todos os setores produtivos no mundo inteiro. Tanto na indústria, quanto nos setores culturais, todos tiveram de se reinventar para se adequar à nova realidade imposta pelo distanciamento social e suas consequências.

No Instituto Plataforma Brasil, que representa duas grandes instituições, a Anne Frank House e Cruyff Court Ermelino Matarazzo, todo o planejamento para o ano de 2020 precisou ser readaptado para o formato tele-presencial.

Com todos os desafios que esta reinvenção solicitou de toda a equipe, o IPB enxergou no digital uma grande oportunidade de ampliação de suas conexões. Desde o início da pandemia, toda a equipe se mobilizou para que as atividades tivessem continuidade à distância, criando meios para que o impacto nos projetos fosse o menor possível.

Desta forma, o Anne Frank Hub Brasil, a partir do grupo de comunicação montado com os jovens participantes da Rede Jovem Anne Frank Brasil, idealizou uma série de atividades interativas. Foram reuniões, palestras, webinars, bate-papos e lives, envolvendo convidados e representantes dos seis Hubs Anne Frank Brasil. Os jovens participaram ainda de encontros promovidos pela Anne Frank House com pessoas do mundo todo, finalizando o primeiro semestre de 2020 com mais de 100 atividades Anne Frank promovidas.

Em Belo Horizonte, o Núcleo Anne Frank iniciou um projeto inédito online de estímulo à leitura e escrita em torno do Diário de Anne Frank nas 14 escolas do distrito de Pampulha, numa parceria oficial com a SMED- Secretaria Municipal de Educação, envolvendo aproximadamente 14 mil alunos. Também deram continuidade a formação e fortalecimento da Rede Jovem Anne Frank Belo Horizonte.

No Go Alemoa Go, em Santos, os jovens participantes da Rede estão em contato constante com o seu grupo. Propondo novas ações e participando ativamente das atividades, eles tiveram destaque ao serem escolhidos dentre jovens de outros projetos para a primeira fase do programa: Jovens Transformadores da Ashoka. A seleção segue nos dias seguintes, até a divulgação dos resultados finais. Um dos jovens também foi selecionado para participar de uma mentoria da Oracle, na qual, por dois meses, receberá orientações para a formatação de um projeto de empreendedorismo social.

Este reconhecimento do trabalho desenvolvido no Go Alemoa Go juntou-se ao importante prêmio recebido da Vopak no inicio deste ano, o We Connect Award, como melhor projeto social promovido pela empresa em mais de trinta localidades no Mundo. https://www.facebook.com/goalemoago/videos/1339012822938404/  

E ainda no primeiro semestre, o projeto foi selecionado, também, pelo edital Programa Voluntariado da Fundação Banco do Brasil, para o projeto de empreendedorismo social Residência Criativa.

No preparo da implantação da Residência Criativa, já mobilizaram os participantes do projeto, que, para garantir maior conectividade, passaram a contar com novos pontos de wi-fi que foram instalados na comunidade, bem como a aquisição de novos aparelhos celulares e a doação de notebooks e tablets em uma ação parceira com o consultor da Residência Criativa, André Martinez.

Em parceria com a Vopak, foram distribuídas cestas básicas aos moradores da comunidade, como forma de ajudar as famílias no momento de difícil situação econômica por conta da pandemia.

No Cruyff Court Ermelino Matarazzo, o desafio foi ainda maior: como manter os jovens que participavam das aulas de futebol engajados à distância? Com muito empenho e dedicação, a equipe passou a orientar os alunos semanalmente por meio de vídeos, com conceitos que seriam utilizados nos treinos presenciais, por meio do WhatsApp. Desafios e atividades que envolviam toda a família foram acolhidos pelos participantes, que se engajaram em todas as atividades propostas pelos professores.

A equipe também se reinventou. Reuniões e formações on-line se tornaram parte da rotina de todos, que mesmo com a distância geográfica, passaram a estar reunidos quase que diariamente para traçar novas rotas neste tempo.

Além disso, o projeto inscrito na Lei Paulista de Esportes – LPIE foi aprovado no início do ano e estamos em pleno processo de mobilização de recursos para a implantação do projeto em três diferentes núcleos: São Paulo, Santos e Cabreúva. Estamos ainda em busca de mais parceiros e ficaríamos muito felizes em receber o seu apoio! Veja aqui o link da proposta de patrocínio. Até o final do ano, haverá a possibilidade de contribuir com o projeto via Lei Federal de Incentivo ao Esporte ou via doação direta.

Publicação no Corona Monitor

A diretora geral do Instituto Plataforma Brasil, Joëlke Offringa, foi convidada pela para compartilhar seu testemunho sobre a situação no Brasil durante a pandemia para a revista Corona Monitor em Amsterdam.

Leia um trecho do texto abaixo ou clique no link para acessar a publicação em inglês.

O Brasil é um país com grandes desafios e nos 27 anos em que moro aqui, acostumei-me com uma crise. Você pode até se perguntar se nem sempre estamos numa crise aqui, exceto por alguns períodos específicos.

De qualquer forma, a crise nem sempre precisa ser ruim e um ditado é: “Se não mata, fortalece”. Ao longo dos anos, na verdade, sempre os resolvíamos, puxando ainda mais nossos projetos, alcançando melhores resultados e dando a volta por cima. Porque simplesmente não dá para parar algo tão bonito. E aí, sempre tem surgido prêmios e parceiros que querem apoiar isso, como uma espécie de consequência lógica.

Joëlke Offringa

Próximos passos

Após os desafios e conquistas do primeiro semestre, o Instituto Plataforma Brasil se prepara agora para a continuidade das atividades dentro do que está sendo chamado “novo normal”. 

Em Cabreúva, cidade sede do IPB, está em estudos, por meio de uma parceria com Secretaria Municipal de Educação, a implantação de um novo Projeto Anne Frank, a exemplo do que já está em andamento em Belo Horizonte, envolvendo três mil alunos de dez escolas de forma online. Neste momento de incerteza para os professores, alunos, pais e diretores, a ideia é de oferecer um projeto acolhedor, de estimulo à leitura e escrita, que traz a possibilidade de fazer diversas reflexões sobre a situação vivida pelos alunos de distanciamento social e a vida de Anne Frank em seu esconderijo.

No Go Alemoa Go, terá início o projeto Residência Criativa para um período de 18 meses, numa parceria entre Vopak, We Connect e Fundação Banco do Brasil. Os jovens selecionados iniciarão seus projetos de pesquisa e orientação dentro das propostas escolhidas para as iniciativas-semente. 

Em São Paulo, a volta às aulas presenciais no Cruyff Court Ermelino Matarazzo – CCEM ainda aguardam as orientações dos órgãos públicos para a liberação de abertura dos clubes comunitários, como é o caso do local onde está instalado o CCEM. Até a autorização, as aulas seguem de modo on-line, contando com a integração de alunos e famílias nas atividades propostas pelos professores do projeto.

Acompanhe todas as novidades do Instituto Plataforma Brasil pelas redes sociais.

Anne Frank Hub Brasil

Cruyff Court Ermelino Matarazzo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s